Identidade Digital

A plataforma de vídeos Netflix recentemente direcionou nossa atenção a um tema recorrente, porém pouco comentado: crimes como estelionato e a facilidade de assumir uma “nova personalidade” através de documentos fraudulentos.

A realidade de documentários como “O golpista do Tinder” e “Inventando Anna” pode parecer distante, mas está mais próxima do que imaginamos.

Ambas produções discutem casos reais de pessoas que se passam por outras, em geral, simulando possuir um poder aquisitivo que não existe. As gravações também trazem relatos das vítimas, as quais sempre são pegas de surpresa, pois afirmam ter conhecido os golpistas, bem como seus documentos, que por sua vez são falsos.

Então, mesmo visualizando documentos (aparentemente) oficiais, precisamos ter cautela. Os dados de um documento de identificação, como o RG e a CNH, infelizmente, ainda são facilmente mutáveis, por se tratar de um documento impresso.

Fraude de documentos

Mesmo que haja medidas para evitar a prática fraudulenta, como a utilização do papel-moeda para impressão, além de assinatura e biometria aparente, as fraudes continuam acontecendo e não apenas isso, elas ficam cada vez mais reais.

Estima-se que existam mais de 16 milhões de identidades falsas circulando no país, um dado preocupante, tendo em vista que a carteira de identificação é um dos documentos mais requisitados e importantes na sociedade civil.

É percebido que houve uma banalização da prática, pois muitas vezes associamos apenas a adolescentes em busca de simular a maioridade. Uma simples busca nas páginas de pesquisa te leva a tutoriais completos. Por isso, é válido propagar que os malefícios do uso de um documento falso podem trazer dores de cabeça bem maiores, além de ser crime.

O roubo de identidade também tem o intuito de se apropriar de dados pessoais de outras pessoas para realizar compras indevidas, empréstimos em bancos e pode chegar até ao criminoso se “apossar” dessa identidade, adotando-a.

Tendo em vista que da mesma maneira que os meios de combate às fraudes são otimizadas, os crimes também ficam mais sofisticados, sendo necessário acirrar as medidas de segurança. Assim nasceu o RG Digital.

#DicaVsoft: Conheça os benefícios da identidade digital.

RG Único Digital

Um dos objetivos da identidade digital é a diminuição de documentos falsos e a segurança da população. Sendo assim, a medida visa garantir a comprovação de identificação através de mais mecanismos de segurança que evitem a apropriação da identidade de um indivíduo.

Com o mundo caminhando para o meio digital, não poderia ser diferente com os documentos que utilizamos.

Em fevereiro de 2022, a presidência do Brasil emitiu um decreto que visa a unificação da carteira de identidade em território nacional, podendo ser utilizado também como CPF e Título de Eleitor, e possuindo um único número nacionalmente válido.

Anteriormente, era possível emitir uma identidade em cada estado, o que facilitava o processo de fraude.

Também foi determinado o prazo até 6 de março de 2023 para que os institutos de identificação se adéquem à medida. Além disso, a carteira de identidade física terá prazo de renovação semelhante à CNH, com validade de 10 anos.

Mesmo assim, ainda se vê uma adesão pequena a esta alternativa que além de mais prática, mostra-se mais segura.

Entenda como funciona

Para entender mais ainda os benefícios da identidade digital, vamos entender como é feita sua adesão.

Saiba mais sobre a utilidade dos documentos digitais.

O Certfy é uma plataforma de identificação de pessoas, confiada por órgãos públicos responsáveis pela emissão de documentos oficiais, como RG e CNH, que são a Polícia Civil de 4 estados e o Instituto Técnico-Científico de Perícia.

A emissão, feita com tecnologia Vsoft, está disponível nos estados da Paraíba, Alagoas e Rio Grande do Norte, e utiliza camadas de proteção com ajuda da tecnologia biométrica.

As novas carteiras de identidade ainda são emitidas em impressão, porém, de uma forma diferente. Ao menos nos estados que já atuam com o RG Digital, o documento impresso possui um QR Code, o qual servirá para autenticar a identidade no modelo digital.

Veja a ilustração e identifique:

Esse QR Code é o que identifica um indivíduo no cadastro feito no aplicativo, onde fica armazenado o novo RG.

Até o momento, o RG Digital está disponível no aplicativo que cada estado disponibiliza. No caso, basta buscar nas principais lojas de aplicativos o nome “RG Digital” seguido do estado em que foi emitido.

O acesso também poderá ser feito através do GOV.BR. É necessário se atentar bem à procedência de onde é feito o acesso, pois há cibercriminosos em busca de “fisgar” a identificação alheia.

Por isso, utilize apenas canais oficiais dos estados ou do próprio governo federal.

Por que o RG Digital é mais seguro?

A tecnologia Vsoft trabalha de ponta a ponta no processo de emissão do RG, do agendamento, à coleta dos dados biométricos e biográficos, o chamado onboarding.

Quanto ao digital, a Vsoft também está presente. Com nossa contribuição, o RG Digital pode proporcionar maior confiança ao cidadão por apresentar em sua composição várias camadas de proteção, tanto no registro do RG Digital, como em seu uso.

Conheça-as a seguir!

  • QR Code estático: presente no documento físico, o QR Code estático é o primeiro fragmento de segurança que confirma sua identidade. 

Ao ingressar no aplicativo, ele será o primeiro a ser requerido.

  • Biometria facial: após esta primeira etapa, é pedido uma captura da sua face de modo a, mais uma vez, confirmar sua identidade. 

Com isso, as possibilidades de fraude diminuem drasticamente, pois mesmo com a posse do seu documento físico, é impossível retratar a face alheia, tendo em vista que a tecnologia utilizada identifica os possíveis atributos que visam driblar essa etapa, como o uso de óculos e fotografias.

Por último, mas não menos importante, ainda há mais uma camada, que faz parte de todo o uso do RG Digital.

  • QR Code dinâmico: para garantir que as possibilidades de fraude ficarão longe, ainda há mais uma camada, vista no momento de apresentação do RG.

Quando requerido, o aplicativo responsável pelo RG Digital pedirá a apresentação do QR Code para validação. Este QR Code será válido apenas naquele momento, evitando o uso de um mesmo QR Code (estático) em cenários sem autenticação.

E as chaves para garantir a sua segurança não param de ser desenvolvidas. 

A Vsoft trabalha incessantemente para trazer soluções inovadores, de modo a garantir uma ótima experiência ao usuário e, através dos documentos oficiais que emitimos, garantir segurança e credibilidade ao processo de emissão e à população.

Veja como implantar nosso sistema de emissão de documentos digitais!

Success! You're signed up
Oops! Something went wrong while submitting the form.
go  top