Conectividade

Você sabe o que é phishing? Por nome pode até parecer confuso, mas ao conhecer o significado, ficará evidente que esse ataque cibernético já pode ter acontecido com você ou com alguém que você conheça. Continue a leitura.

Conheça o que é phishing

Caracterizado como um dos golpes mais comuns na rede, o termo phishing vem do inglês “fishing”, que significa pescar. Seu sentido remete ao ato de “morder a isca”, pois o objetivo desse ataque é acessar informações sensíveis de um usuário como CPF e dados do cartão de crédito, de forma espontânea.

Segundo Igor Figueiredo, Gerente de Infraestrutura da Vsoft, o golpe acontece quando “o atacante tenta enganar a vítima se passando por alguém legítimo, por uma empresa, por uma pessoa, por um órgão público. Ele vai copiar um site, uma rede social, tentando se vender como alguém legítimo, pedindo informações que muitas vezes esses órgãos não pediriam”.

Os cibercriminosos comumente aplicam o golpe através de e-mails, apelando para títulos chamativos, ofertas imperdíveis ou mensagens intimidantes como iscas para conduzir o usuário a clicar no link enviado e assim, roubar seus dados.

Para simularem um remetente confiável e reconhecido pelo usuário, são utilizadas imagens idênticas à comunicação da entidade que estão interpretando, se tornando uma cópia quase idêntica, portanto, todo cuidado é pouco!

Para evitar cair em fraudes como essas, separamos 9 atitudes para se tomar, caso esteja passando por essa situação, confira:

1. É importante deixar bem claro que, de forma geral, as empresas nunca pedem aos seus usuários suas senhas ou dados sensíveis via e-mail. Caso isso aconteça, desconfie;

2. Caso receba um e-mail ou mensagem de alteração de senha de alguma rede, ou conta bancária e que não tenha sido solicitada, pode ser um golpe;

3. Não abra e-mail de remetentes desconhecidos, sempre verifique; 

4. Não instale programas ou baixe anexos enviados por e-mail de possíveis lojas, ou estabelecimentos. Malwares podem acessar suas informações e enviá-las diretamente para os golpistas;

5. Se precisar clicar em algum link, procure o certificado digital do site;

6. Acesse sempre os sites pelo seu navegador ou aplicativos de confiança;

7. Se pediram algum dado sensível, verifique se a URL da página começa com “HTTPS” e não apenas como “HTTP”, pois o "S" significa "seguro". Não é uma garantia, mas até mesmo sites oficiais que usam HTTP (sem o “S”) são mais vulneráveis aos golpistas;

8. Em caso de dúvida, acesse o site oficial da empresa pelo seu navegador e entre em contato com a central oficial de atendimento;

9. Para manter sua segurança, confira a atualização do seu sistema operacional. Faça o mesmo com o seu antivírus e com seus outros softwares de segurança.

E se eu tiver sido pego em um ataque fishing?

Se por descuido, você achar que foi “fisgado” e que seus dados foram expostos, cancele imediatamente seu cartão, troque as senhas do seu e-mail pessoal e também das redes sociais é a melhor forma de evitar qualquer maior constrangimento.

Ah, e não esqueça de entrar em contato com as empresas para bloquear sua conta e trocar seus dados para login. O phishing se aproveita da distração das pessoas, portanto precisamos ficar sempre alerta.

Hoje em dia, precisamos promover mais discussões sobre segurança na internet para evitar que crimes virtuais, como o próprio phishing, sejam considerados comuns e também para desmistificar que a web é uma terra sem lei.

Da vulnerabilidade de sofrer com a disseminação de notícias falsas e desinformação, com as famosas fake news, até ataques mais diretos como armadilhas e golpes cibernéticos, estamos expostos aos riscos que a internet proporciona.

Pare para pensar. Todas as esferas da nossa vida estão atreladas à internet.

Seja para trabalho, lazer ou socialização, sempre temos a presença do digital. Chegou a era em que não nos conectamos mais, pois estamos 24 horas por dia, 7 dias por semana conectados.

E por estarmos sempre interagindo com o mundo digital, é necessário aprender a utilizar a web da maneira correta, pois da mesma forma que usamos a internet para nosso bem, também há pessoas que a usam para o mal.

Dia da Internet Segura

Pensando nisso, a Insafe, iniciativa da Comissão Europeia criou o Dia da Internet Segura (Safer Internet Day), o qual é comemorado desde 2004, no mês de fevereiro.

Neste ano, será celebrado no dia 8 de fevereiro por mais de 140 países, incluindo o Brasil, e tem o objetivo de conscientizar a população acerca de como manter o ambiente digital seguro e saudável.

É urgente vermos a internet como consequência do que fazemos com ela. Por isso, precisamos até agradecer a existência do dia da internet segura, que anualmente separa um dia para nos lembrar e mobilizar forças na transformação da internet em um lugar seguro e benéfico para todos.

O futuro nas redes

Tendo em vista que ataques cibernéticos estão passíveis a todos que utilizam a web e chegam até a fazer parte da rotina de negócios ou órgãos que têm um grande volume de dados, a tendência é que o fortalecimento da segurança na web se torne uma prioridade cada vez mais visível das empresas.

Para isso, há 3 principais responsáveis pelo combate a fraudes nas redes. A primeira delas é a ampliação da regulamentação da internet, como a lei Nº 13.709, mais conhecida como LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais) que age para resguardar informações sensíveis no ambiente digital.

Saiba mais sobre a influência da LGPD nos seus dados aqui.

Em seguida, devemos pensar em como alfabetizar a população no digital, pois vemos que a massividade do uso da internet não teve o acompanhamento da educação necessária para de como utilizá-la de modo consciente. Por último, a própria tecnologia é uma grande aliada.

O desenvolvimento de tecnologias como a biometria facial nos ajudam a dar um salto na proteção de dados, rapidez na validação de identidade e na diminuição nos riscos de ataque ao promover, por exemplo, a extinção do uso de senhas – muito cobiçadas pelos atacantes.

O reconhecimento facial traz consigo benefícios que são úteis a múltiplos setores, portanto, sua evolução, uma hora impacta diretamente na nossa segurança dentro e fora do ambiente digital.

Quer conhecer mais sobre o poder da biometria? Clique aqui.

A Vsoft é uma organização que trabalha diariamente e diretamente na coleta, manejo e proteção do que há de mais precioso, a sua identidade. 


Conheça e acompanhe nossos conteúdos e fique por dentro da evolução do mundo da tecnologia! Clique aqui.

Success! You're signed up
Oops! Something went wrong while submitting the form.
go  top